Ministério da Noite (clique)

Crônicas registram a história de um tempo. Representam um gênero literário vigoroso e atual. Por isso me atraem. Sabedora disso, minha filha costuma presentear-me com obras de cronistas famosos. Detrás dessa gentileza, existe um motivo subliminar, que, por educação, ela não revela: o de induzir-me a aprender com celebrados autores, de modo que eu não perca os sete pacientes e valorosos leitores que ainda me restam.

Recentemente fui brindado com “O Mais Estranho dos Países”, da lavra do mineiríssimo Paulo Mendes Campos, que amigos íntimos costumavam chamar de PMC. Entre eles, estavam Ari Barroso, Vinícius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade, Rubem Braga e outros contemporâneos famosos. PMC, além de cronista, foi também poeta e contista.

Vejam o que encontrei na sua obra, que saboreei num vapt-vupt, sobre um conterrâneo seu, lá das Minas Gerais: “Ari Barroso não foi tão assíduo quanto Antônio Maria no Ministério da Noite, mas não chegou a ser um funcionário relapso. Não era de sentar praça em bar e boate por muito tempo; acabava sumindo, espavorido pelos chatos endêmicos.”

Compunham o imaginário Ministério de PMC pessoas que reuniam-se à mesa de um bar, com um olho no copo e outro na vizinhança,os ouvidos sempre atentos, em busca de algo ou de alguém que pudesse virar mote para nova peça literária ou musical. A ele, o Ministério, devemos a Aquarela do Brasil, a Garota de Ipanema, o Samba do Avião e outras tantas preciosidades.

Ao mesmo tempo em que me deliciava com a leitura, eu acompanhava nossa presidente reeleita afirmando que, como o país vivia grave crise econômica, teríamos que apertar o cinto. A cada anúncio, a conta-gotas, dos novos ministros, pela janela entreaberta da minha sala, surgia uma réstia de esperança de que ela iria dar o exemplo. O primeiro passo seria reduzir a exagerada quantidade de ministérios, alguns sem importância alguma, a não ser a de arrumar emprego para políticos desocupados. Quem sabe, num segundo passo, ela não acenaria com a redução das dezenas de milhares de cargos comissionados, outro improdutivo sugadouro dos recursos públicos.

Minhas esperanças nasciam e morriam a cada nova lista de nomeados. Quando a última foi anunciada, constatando que o cinto presidencial definitivamente não seria apertado, lembrei-me de PMC. Decidi sugerir a criação do Ministério da Noite. Chegaríamos, enfim, ao cabalístico número de Ali Babá: quarenta ministros.

Afinal, há milhões de brasileiros, abandonados e desassistidos, que trocam o dia pela noite. Não se trata apenas dos que frequentam os bares da vida noturna. Há os profissionais das madrugadas. Por dever de justiça, pois antiguidade é posto, destaco as prostitutas. Mas há muitas outras categorias de dedicados trabalhadores, como os plantonistas da área da saúde e da segurança, os radialistas, os taxistas, os motoristas de ônibus e, fechando o circuito, os garçons que servem aos que se reúnem à mesa de bar, à caça, ou não, de inspiração. Peço desculpas aos profissionais de outras categorias, aqui omitidos por imperdoável falha da minha memória.

Se dissesse isto no começo deste texto, nem mesmo os meus sete leitores teriam me acompanhado até este último parágrafo. Mas, na verdade, já que a decisão foi mesmo a de continuar esbanjando dinheiro público, que se crie o Ministério da Noite! Quanto ao melhor nome para ser nosso quadragésimo ministro, deixo a escolha a cargo dos meus sete e fiéis últimos leitores.

ILUSTRAÇÃO DE JOÃO CARLOS BONAT

54 Respostas para “Ministério da Noite (clique)”

  1. Edu C. Antunes Diz:

    Amigo Bonat

    Bela e oportuna crônica. Está turma que anda pelo “poder” não mudou e nem mudará. Seu grande projeto é permanecer no agora “puder” a qualquer custo ocupando todas as vagas existentes, visto que dignidade e vergonha, se tiveram algum dia, já perderam faz tempo.
    Quanto ao Ministério (talvez Mistério) da Noite sugiro uma pessoa bem conhecida deles: um tal de Sombra (aquele envolvido num caso tenebroso e, até agora sem solução)
    Abc.
    Edu Antunes

  2. Carlos Gama Diz:

    Meu caro amigo e concidadão Hamilton Bonat, eu tenho orgulho de ser um dos fiéis sete, vezes sete, vezes sete, vezes…Fiéis leitores, pelo hábito do que é bom.
    Esta crônica, como sempre acontece, vem a calhar e a numerologia bate no ponto certo.
    Triste é que tenhamos de continuar engolindo sapos e ministros em profusão criminosa, mas esta é a arte do povo.
    Um povão que se satisfaz com um pouco de pão, muito circo e algumas “bananas”.

  3. André Dambros Diz:

    Graaaaaaande Mestre Bonat.
    Enquanto o nosso novo Governador gaucho reduz as Secretarias e CCs, por lá parece que o negócio é realmente o grande desejo de criar mais alguns para dar emprego (não trabalho) a todos os que ajudaram a aumentar votos para a sua esgrimada vitória.
    O quadragésimo Ministério poderia ser o Ministério da Confirmação.
    (Confirmando a história do Alibabá e ….)
    Parabéns pelo textdo belo e oportuno e o meu abraço com votos de um Feliz 2015
    André

  4. bonat Diz:

    Senhor General Bonat, permita-me discordar de duas citações: óbvio que o senhor deve ter 70 vezes leitores e não apenas 7 e, dentre eles, o de quase última hora que sou eu(recentemente); e, a filha do senhor ao ofertar contos o faz para dilatar o vasto conhecimento que já tem e o estilo tão bem dominado.
    Quanto ao muito bem sugerido Ministério da Noite, sugiro que seu nome seja cristalinamente imponente, sem permitir dúvida alguma sobre as trevas que ocupam o Palácio do Planalto: Ministério da Corrupção obrigatoriamente assumido, cumulativamente, com a senhora que ocupa a Presidência da República.
    O senhor domina com sutileza a ironia que desmascara, atinge o âmago do problema e, mais importante, abre os olhos do leitor. Bom seria, creio que já o faz, publicar nos jornais, também.
    Grato. Lourenço

  5. Hugo Moura Diz:

    Ótima e oportuna crônica! Pode aumentar pra oito …;-)
    Abs e um ótimo ano!!!

  6. Hugo Moura Diz:

    …ou oitenta…

  7. Ronaldo Costa Magalhaes Diz:

    Estimado Gen Bonat, permita-me discordar da quantidade de leitores que o senhor afirma ter. Não são apenas sete, são milhares. Tenha certeza!. Continue nos brindando com suas inteligentes e oportunas intervenções. Do lado de cá da web, seus amigos, fiéis leitores e seguidores, tratamos de republicar seus textos. Um abraço e um ótimo 2015.

  8. Roberto Diz:

    Meu amigo, Bonat… Sugiro o Joaquinzão, o Barbosa, escurinho que é, seria ótimo para o ministério da noite! Bem semelhante aos parâmetros para escolha dos demais ministros…
    Um grande abraço. Roberto.

  9. Milton Diz:

    Grande coincidência o número 7, sendo ele o código de barra do nosso Brasil, que não deveria estar sendo administrado por esses que amam a si próprios. Abraços e um FELIZ 2015.

  10. valderez Diz:

    Gal Hamilton, boa noite. Acabei de ler sua crônica e continuo pensando se, com tudo que vem acontecendo no país, eu choro ou eu rio…. está difícil.
    Abraços
    Valderez

  11. bonat Diz:

    Bonat,
    belo presente.
    Machado

  12. Paulo Cesar de Castro Diz:

    Estimado amigo Bonat,
    Serei sempre um dos seus sete vezes setenta e sete fiéis leitores.
    Bravos! Estou desde já engajado na criação do Ministério da Noite. Mas dessa versão 2015 não brotarão frutos do valor que nos legaram PMC & Cia.
    Feliz 2019! Dizem que 2015, 2016, 2017 e 2018 não serão lá tão felizes como merecem todos os brasileiros sem “bolsas”.
    Um abraço forte,
    Gen Castro

  13. Ailson Oliveira Colossi Diz:

    Grande General eu estava com saudade de seus textos, primeiro NÃO SÃO 7 OS SEUS LEITORES MAS COMO DISSE NOSSO MESTRE “JESUS”SÃO 7 VEZES 70. MUITOS E NÃO DISPERSADOS.
    Segundo; Eu contei 4 destes ministros nomeados com processos
    cabeludos na justiça isto não conta mais para formar o primeiro escalão de qualquer governo.
    Forte Abraço de otimo 2015 a todos seus leitores, e em particular à V.S.
    Ailson

  14. bonat Diz:

    Gostei “bixo”. Abç. JN

  15. JPEREIRA Diz:

    PREZADO GEN BONAT! FALANDO EM 40 (NÚMERO CABALÍSTICO DE ALI BABÁ), LEMBREI-ME DE UM QUADRO HUMORÍSTICO DE CHICO ANYSIO – A SALOMÉ – A GAÚCHONA QUE CRITICAVA O PRESIDENTE DA ÉPOCA, GEN JOÃO FIGUEIREDO, E ELA DIZIA ASSIM: “MAS BAH JOÃO, VC ESTÁ PREOCUPADO POR QUE? VC SÓ TEM 10 (DEZ), ALI BABÁ TINHA 40…”.
    EU, PARTICULARMENTE, PREFIRO OS 10 DAQUELA ÉPOCA, DO QUE OS 39 ATUAIS (+ 1 SUGERIDO PELO SR). ABRS. JPEREIRA

  16. Joaquim Rocha Diz:

    Prezado amigo Bonat.
    O amigo está coberto de razão, por enquanto não houve o mínimo sinal de arrocho nas despesas do executivo, o único arrocho que apareceu por enquanto,é o do aumento do salário mínimo. No legislativo e no judiciário, ao contrário, todos já vimos que houve aumento salarial para todos.Todos pensam em tirar vantagem para si.
    Grande abraço
    Cel Inat Joaquim Rocha

  17. bonat Diz:

    Hamilton, e, do meu ponto de vista, segundo mandato, não deveria haver muita pompa na data da posse…bjs. Feliz 2015.
    Diva

  18. Francisco Munhoz Diz:

    Parabéns, General Bonat.
    Muito grato por brindar-nos com o balsâmico “Ministério da Noite”.
    Abraço,
    Munhoz
    Bauru-SP

  19. ROSELENE FERREIRA Diz:

    ÓTIMA TUA CRÔNICA.
    QUANTO AO CONTEÚDO,DESCULPA,NÃO QUERO COMENTAR A PODRIDÃO QUE ESTAMOS VIVENDO.
    BJS SAUDOSOS EM TODOS VOCÊS.
    ROSE

  20. Nina Maria Marach Carpentieri Diz:

    Oxalá Ari Barroso e Antônio Maria fossem vivos, e houvesse mesmo o Ministério da Noite. Poderia ser o da Cultura. Assim haveria ao menos um pouco de charme e poesia no novo velho governo! O panorama que ai está, acaba com nossos sonhos, e sem sonho não se vive. Deus olhe por nós! Um 2015 com muitas realizações, saudades de vcs, beijos na Norma.

  21. Diaz Diz:

    Caro amigo Hamilton, nao costumo comentar, mas tinha que dar presente pois tenho certeza que somos mais que 7. Sempre leio tuas crônicas. Um grande abraço.

  22. Francisco Carneiro Diz:

    O meu medo nisto tudo é onde vamos parar? Eles simplesmente estão fazendo o que querem.
    Ditam regras apenas em favor próprio.

  23. bonat Diz:

    Grande (muito mais que 70×7)

    Parab?ns pela criatividade e oportunismo.

    Infelizmente não veremos nem a reduc?o de ministerios e muito menos da corrupção.

    Mas como estamos iniciando um Novo Ano, precisamos ter fé e muita esperança.

    Feliz 2015!

    Forte abraço. Renato

  24. Nester Diz:

    Boa noite Gal Bonat, discordo do sr. quanto ao numero de leitores pois somente do dia 03 contei 23 fora os que estão de férias. Um abraço e Feliz 2019.

  25. roberto Diz:

    parabéns gal.Bonat, de tão boa lembrança na passagem por santos, ótima mensagem, estou incluído nos 7

  26. CARULLA Diz:

    200 milhões de brasileiros sofrendo o desgoverno de alguns poucos, desqualificados, que se julgam donos da vontade nacional.Justificam que são legítimos representantes do povo, amparados nos 53 milhões de votos comprados pelo Bolsa Família e pelas absurdas mentiras do Sr João Santana, enquanto outros 50 milhões se declararam contrários e outros quase 50 milhões sequer tiveram a vontade de escolher um seu Representante pela mais absoluta falta de um líder que pense e atue pelo bem do Brasil e não pela defesa de seus (deles) mesquinhos interesses e/ou de grupos que representam ou, quase sempre, para se locupletarem.

  27. ALFREDO CHEREM FILHO Diz:

    Meu Caro General
    Como sempre o tema relatado é muito presente em nossas vidas, também acho um absurdo ter tantos ministérios, que mais gastam do que fazem, pobre de nossa pátria, até quando teremos que aguentar.
    Brilhantes palavras escritas, obrigado pelo envio.
    Um Forte Abraço
    Alfredo

  28. Helio Hertt Grande Diz:

    Bom dia Gen Bonat:
    Paciência… Depois destes 12 anos petistas, creio que nada podemos esperar mesmo de diferente nos próximos quatro, menos 3 dias… No entanto, fico na expectativa do ditado: “do pântano nascem os lírios”. Estão a cultivar a podridão e é nela que irão se afundar. Alguns ministérios a mais, quem sabe, não irão ajudar neste processo. Um abraço. Hertt

  29. Mario Gardano Diz:

    Bonat, tua modéstia, impede que você divulgue o grande número de leitores e seguidores, quanto aos 39 , como diria meu pai numa expressão italiana, “é roba da mati” (é coisa de louco).
    Um grande abraço amigo
    Mario Gardano

  30. SALIM MUSSI Diz:

    Bom dia, Gen. Bonat, com alegria leio de sua precisa e oportuna lavra:”Ministério da Noite”, a “presidanta” não deverá acatar a sugestão de criar o da “noite”, ele já existe é a reunião de todos pois sabe-se que a nominada foi elaborada tão somente para satisfazer e acalmar a dita base aliada e garantir a intangível governabilidade, manobra odiosamente pragmática, e por que se adotou o lema: “Brasil, pátria educadora” se o termo que se inicia está caracterizado pela ausência de educação patriótica?
    Um abraço e seus “modestos” sete leitores estão esperados novas
    crônicas.
    alim

  31. dirso Diz:

    Meu nobre chefe e amigo, Gen Bonat.
    A modéstia é uma dentre tantas virtudes das quais o senhor é possuidor.
    Como disse um dos seus leitores, tantos os são que talvez diríamos 7x7x7x7….
    Excelente e oportuna sua crônica. Talvez falte mesmo o 40º para completar os seguidores de Ali Baba.
    Sem mais comentários pois corremos o risco de dizer mais do que deveríamos.
    Um Feliz Ano Novo para todos nós.
    Abraços,
    Dirso

  32. Yonder Diz:

    Bom dia, caro Bonat.

    A única coisa boa neste começo de ano é o seu artigo.
    Pois as noticias continuam as mesmas, sem surpresas.

    Alguns autores dizem que o ideal é gerencial no máximo até 8 lideres diretos, fico imaginando como ela consegue dar conta de 39 ?

    Começa pelo básico, como reunir 39 pessoas de uma só vez ?
    E a agenda ? se ela for fazer uma reunião por dia (o que na agenda de um presidente parece ser impossível), vai demorar pelo menos 2 meses para ela falar com todos. Isso que existem ainda lideranças políticas, empresas estatais, congresso, deputados federais, senadores, etc…

    Realmente você tem razão parece que as coisas mais obvias em uma crise não estão acontecendo…

    Um feliz 2015

    Abs

    Yonder

  33. bonat Diz:

    Perfeito Amigo.
    Enquanto as pessoas de bem não resolverem sair às ruas e se não houver mais transparência no nosso sistema de urna eletrônica, o PT se perpetuará, cada vez mais hegemônico, no poder.
    Valha-me nossa Senhora do Loreto.
    Abs e parabéns, mais uma vez pelas suas crônicas.
    Fran

  34. Gabriel (Oliveira 643) Diz:

    SIMPLESMENTE PARABÉNS MEU COMANDANTE.

    NÃO HÁ MUITO O QUE DIZER A RESPEITO DE UMA CRÍTICA TÃO SUBLIMINAR E PROFUNDA.

    PARABÉNS

    GABRIEL (OLIVEIRA 643)

    P.S.
    SERÁ QUE NÃO SURGIRÁ MESMO UM OU VÁRIOS HERÓIS CAPAZES DE NOS LIVRAR DESTA QUADRILHA ????????????

  35. Nestor Jesus de Sant'Anna Diz:

    A sua , então ainda em gestação,crônica ” Ministério da Noite” saiu excelente ! Eu já estava com saudades dos seus disparos certeiros, indefensáveis. São “tapas na cara” que essas pessoas “dissimuladas” que estão a destruir o Brasil não acusam. Parece que não é com elas. A Dilma afirmou que vai combater a corrupção na Petrobras, como se não tivesse assinado e avalizado a compra da planta de Pasadena e etc. Aí cria um “fato novo”, de momento, a educação como mote, como se as escolas não fossem focos de destruição da juventude, permeadas de traficantes de drogas, bandidos disfarçados em estudantes e professores apanhando de pais de alunos, ganhando menos que presidiário “recuperando”. Enquanto nós ainda não nos recuperamos do impacto do “caso” Petro e dos iminentes/futuros Eletrobras/BNDes, estes já prontos para eclodir, o “poder” aproveita indignamente a cortina de estilhados causada por si e trabalha indigna/silente e diuturnamente para o ato final, como censurar a mídia com o eufemismo do controle financeiro,(te prepara Editora Abril); o Jacques Wagner na Defesa parolando que há feridas abertas em relação ao período militar e na área de segurança a Dilma assinando decreto que não permite às Polícias atirar por detrás em carros que rompam barreiras, engessando a ação policial. Por óbvio que pela frente já é proibido. Eles não param com nada e por nada e a cada dia quem paga impostos, tem cpf , rg e mora em lugar certo e sabido sonha em sair do país, para um lugar onde não reine a esquizofrenia legal e possa dar uma volta no quarteirão com a família em paz, sem estar a olhar preocupadamente ao derredor. No fundo é o que eles querem,inviabilizar nossa existência e trabalham para. Falta muito pouco para essa “meia dúzia de gatos pingados” ou melhor, talvez algumas centenas de cabeças pensantes nos inviabilizem o Brasil e nos levem ao desespero total. Só Deus e as sua espada verbal para trazer a esperança que não queremos admitir que está por um fio.

  36. Brugalli Diz:

    Como um de seus sete vezes setenta e sete leitores,coloco minha colher torta no assunto. Apoio a criação do Ministério da Noite.Para não dizerem que tenho “adoração” pelo PT, indico o nome de Carlos Gardel (aquele dos tangos) para o cargo. Agradaria, sem pestanejar, a Cristina, aliada de nossos próceres e renegada pelos portenhos…
    Feliz 2015. Brugalli.

  37. Afonso Pires Faria Diz:

    General, tenho a certeza de que se a nossa “presidenta” ler esta sua crônica, ficará muito tentada a criar o dito ministério. Seus argumentos são muito mais convincentes do que qualquer argumento para criar, por exemplo, o ministério da pesca ou outro qualquer. O problema da criação deste outro cabide é o número. Haverá um certo constrangimento em dizer que foi criado o 40º.
    Afonso Pires Faria

  38. bonat Diz:

    MEU CARO GENERAL
    LI E RELI SUA CRÔNICA E FIQUEI MAIS UMA VEZ ADMIRANDO A SUA CAPACIDADE DE TRANSMITIR A NÓS SEUS LEITORES SUAS IDÉIAS GENIAIS.
    HOJE ESTOU COM QUASE 80 ANOS DE IDADE E FICO PENSANDO SERÁ QUE PODEREI VER UM BRASIL MELHOR? UM BRASIL DE VERDADE?
    MUITO OBRIGADO POR ESCREVER ARTIGOS QUE NOS DEIXAM MAIS FELIZES.
    Salomão

  39. Ruy Macedo Diz:

    Meu caro amigo Hamilton, Primeiramente um Feliz 2015. Bela analogia, como sempre sutil e muito objetivo. Infelizmente, nós, seus assíduos leitores não podemos intervir para conseguir alterar esta situação que quase teve um final feliz, mas… Continuamos na expectativa. Ler suas crônicas nos traz momentos de reflexão e descontração.
    Abraços,
    Ruy

  40. anita zippin Diz:

    Ministro da Amizade, general Bonat.
    engraçada, cômica, inteligente a crônica, a mostrar o bom cidadão e escritor que vive à sombra dos pinheirais. Continue a produzir pedras raras, mesmo que no Governo Federal lá estejam os falsos brilhantes,que de bom, neste momento nos reportam à música título e á cantora Elis. Apesar de tudo… a vida é bela!

  41. Gabriel Cruz Pires Ribeiro Diz:

    Bonat,
    Compartilhei esta excelente crônica no facebook.
    Ainda bem que não houve ampliação do número de ministérios, mas até que a criação de mais um cairia bem, para compor melhor a quadrilha dos 40 ladrões (digo ministérios).
    Abs.
    Gabriel (029)

  42. renato balen Diz:

    Parabéns, caro amigo Bonat!

    creio que até o 2018 estaremos com 50 ministérios porque o PT não admitiria perder para Ali Babá. Talvez já tenham criado, sigilosamente, o “ministério da pompa” para organizar as cerimônias de posse pois não pretendem deixar o poder tão cedo, rivalizando com a dinastia Castro de Cuba que tanto admiram e exaltam.
    um grande abraço
    renato balen

  43. bonat Diz:

    Caro General Bonat
    Associo-me aos interlocutores que, com suas manifestações, sancionaram desde logo sua oportuna classificação do novo Gabinete como Ministério da Noite.
    De fato, a disfunção político-eleitoral existente no Brasil (voto proporcional de lista aberta, coligações partidárias nas eleições proporcionais, etc) acabou transformando o presidencialismo de coalizão requerido pela “governabilidade” em “presidencialismo de cooptação” – cf. bem conceituou Samuel Pessoa.
    A resultante está à vista, afetando o presente e comprometendo o futuro de uma Nação que cresceu apenas 0,15% no ano que passou e não avançará mais de 0,50% em 2015; perdendo lugar no “ranking” das maiores economias mundiais (cairemos do 7º para o 8º lugar, atrás da India); além de outras perdas igualmente relevantes.
    Sds, Rafael de Lala, Centro de Estudos Brasileiros, do Paraná.

  44. Luiz Carlos Soluchinsky Diz:

    Nesse (des)governo muitas coisas acontecem sob as trevas da noite, então acho uma necessidade premente a criação desse Ministério da Noite com um Ministro de primeiro escalão, talvez o José Dirceu. Piadas à parte aproveito para lhe desejar um ótimo 2.015 com saúde e paz, extensivo à D.D. família.

  45. Dermeval Gans Diz:

    Prezado Bonat:
    Relendo o livro SELVA ! do Ivan Monteiro, vejo na pág 25:
    “O Ministério da Defesa, advogado até por importantes homens de farda, como indispensável para a maior integração entre as forças, revelara-se profundo desastre. O motivo dessa calamidade residia na inexistência de civil com um mínimo de competência para o exercício da função. O Farsil não produzira, em toda a sua história, político com conhecimento mínimo da missão e da importância das Forças Armadas, nem o bom-senso para intuí-las.
    O escalado deveria reduzir custos e manter a milicada com a boca fechada. Não era necessário”.

    Com um forte e caloroso abraço
    Gans

  46. luiz claudio mehl Diz:

    Caro Hamilton
    Parabéns pelo texto,principalmente pelo foco.
    Resta-me sugerir uma única alternativa: O MINISTÉRIO DO DIA.
    A luz do dia seria o impedimento do exercício destes trinta e nove filhos da escuridão.

  47. EDMAR LUIZ KRISTOCHIK Diz:

    O nosso amado Brasil está com os burros na água, sabemos que a solução seria retirar essa corja de ladrões do poder e isso deveria ter sido feito através do voto. A inocência do Aécio Neves na conduta da campanha política (tinha tudo para arrasar a presidente) e a malandragem do marqueteiro do PT (engabelou muitos incautos) permitiram a continuidade da mentira, dos gastos sem controle e da corrupção desenfreada. Fazer o que, só nos resta assistir decepcionados a continuidade da extirpação das últimas conquistas do Plano Real. Esse nosso país não é sério e o problema maior é a ignorância do nosso povo.

  48. Joaquim Cardoso da Silveira Filho Diz:

    Prezado Hamilton,

    O número de ministérios no governo brasileiro — 39 — é de nos envergonhar, e sua crítica é precisa. Antônio Ermírio de Moraes, um dos maiores empresários que o Brasil já teve, declarou certa feita que jamais conseguiria dirigir uma empresa que tivesse tal número de diretores. Não é necessário nem ser grande empresário para saber isso; basta um mínimo de inteligência. Mas o caso brasileiro, como você bem observou, tem raiz na corrupção e nos “acertos” políticos, males encravados na cultura brasileira como, diria o outro, sapo de macumba. Um dia, há de mudar, de um jeito ou de outro, e textos críticos como o ora apreciado contribuem para isso. Parabéns!
    Forte abraço,

    Joaquim

  49. Juliana Bonat Diz:

    Pai, que bom que o presente te deu tanta inspiração! A ideia de presentear-te com livros é essa mesma: servir-te de inspiração e para que tenha momentos de deleite. Sobre os seus leitores, só aqui já escreveram mais de 30, e olha que esses são os mais assíduos. Quanto ao número de ministérios, infelizmente nosso presidencialismo de coalizão obriga que os presidentes tenham que conceder tantos ministérios, sob o risco de não conseguirem governar. Não acredito que outros partidos na presidência conseguiriam fazer diferente…

  50. Enrico Maggi Diz:

    Amigo Bonat, desejo-te um feliz Ano Novo com saúde e paz . Alegro-me por ser um dos teus sete leitores(acompanhado de outros milhares como tal).Parabéns pela oportuna peça,que retrata uma realidade quase ficção. Esperemos que o Judiciário cumpra com sua atribuição, punindo com rigor todos os agentes do governo que, na certeza da impunidade, assaltaram o Erário Público.Não será necessário submetê-los a um apróbrio, porém, é mister que devolvam o que roubaram(do povo)e sejam apresentados à sociedade como apátridas, traidores, e indignos de serem brasileiros. Forte abraço.

  51. maria elisabeth nascimento Diz:

    Oi Hamilton!
    Como sempre, muito boa a crônica! Triste a situação de nosso País; quando se imagina que algo poderia mudar diante da pressão que eu achava que alguns da oposição estivessem fazendo e que talvez os deixassem pressionados, eis que nada muda!Vergonhoso!
    Abraços!

  52. Theodoro Silva Junior Diz:

    Exmo SR General Bonat
    Muitíssimo obrigado pela deferência. Sinto-me lisonjeado em sempre receber curtir suas agradáveis e maravilhosas crônicas. Todas elas são de uma magnitude ímpar. Agrada-me muito sempre estar curtindo suas crônicas e livros. Reitero meus votos de um Feliz e Próspero ano 2015, junto aos seus familiares,
    Um respeitoso e fraterno abraço,
    Theodoro Silva Junior(10º Conting Btl.Suez)

  53. bonat Diz:

    Prezado amigo General Bonat.

    JE SUIS BONAT

    Face aos acontecimentos em Paris em relação ao Jornal CHARLIE HEBDO, fico pensando o que pensam e suscitam os petistas em relação ao Senhor, depois do seu CONTUNDENTE “MINISTÉRIO DA MEIA NOITE” .
    Como eles estão aí para não “brincar em serviço” , carece o Senhor “reforçar” sua segurança pessoal e criar um bastião permanente de defesa em torno de si e dos seus, blindando-se por meio do ‘INCREMENTO” DE SUAS CRÔNICAS, tornando-as ainda mais incisivas e afiadas. Aí o número de pulgas atrás das orelhas da petralhada aumentará e eles recuarão de quaisquer idéias extremas. Kkkkkkkkkkkkkkkk
    Agora, caindo na real, que tal uma crônica JE SUIS BONAT ???
    Como o Senhor é mestre no idioma de Jean Paul Sartre e conhecedor perfeito da sua sintaxe,fica aí o repto…
    Abraço
    O amigo
    Nestor

  54. Monteiro Gomes Diz:

    General, excelente texto, mas o senhor esqueceu-se de mim. Sou o oitavo.

Deixe um Comentário