Tomem a Providência

No tempo em que Curityba se escrevia assim, meu avô era dono da Cervejaria Providência, que já não existe. Não foi graças a ela que o agora famoso Morro da Providência recebeu este nome. Nem o slogan da saborosa cerveja do meu avô – “Se você tem algum problema, tome uma Providência” – se aplicaria ao morro carioca, onde tudo deu errado porque ninguém tomou a  devida providência.

Errou o tenente ao agir por conta própria. Não lhe cabia assumir uma decisão capaz de levar à morte três pessoas, traficantes ou não. Seu capitão também errou por não ter avaliado corretamente a gravidade do problema que lhe apresentou seu comandado.

Errou o Exército por não ter sido mais incisivo ao argumentar que, embora fosse nobre a missão de melhorar a qualidade de vida de famílias pobres, ela encontraria resistência, pois iria prejudicar o rentável comércio de quem domina as favelas. Errou o Ministro da Defesa ao colocar em risco a imagem de uma Instituição do Estado a fim de atender interesses personalistas e eleitoreiros.

Errou o Governo quando negou-se a reconhecer as Farc como organização terrorista que precisa do dinheiro do narcotráfico para acabar com a democracia na Colômbia. Com isso, os chefões do tráfico tupiniquim – fonte de renda das Farc – saíram fortalecidos. Sentindo-se acima da lei, erraram os traficantes ao afrontar quem tinha só a intenção de ajudar pessoas que, por falta de opção, vivem no morro.

Errou o carioca, quando elegeu governantes que, a fim de obter o apoio do tráfico, prometeram que a polícia não atrapalharia seu negócio. Eleitos, cumpriram a promessa e o crime tomou conta do Rio.

Erram meus vizinhos, que usam roupa de grife, têm carro importado e só vêem favela pela TV, quando fazem severas críticas a todo o Exército pela desastrada atuação de um só tenente.

Errada é a mania que tenho de preocupar-me com o Brasil. É que manias custam a morrer. Estou de pijama há três anos. Já devia ter aprendido a curtir minha dolce vita.

 Errou meu avô ao não repassar para a família a fórmula da sua famosa cerveja. Se o tivesse feito, eu saberia tomar a Providência correta.

 

 

Deixe um Comentário